sábado, 6 de setembro de 2014

Carro Velho

Quem tem carro velho usado
Tem o cão pra lhe atentar.


Se eu puxar a maçaneta
A praga cai nos meus pés
Não vale um conto de rés
Vou quebrá-lo de marreta
Do óleo, aquela vareta
Já não consigo puxar
Se eu saio pra passear
Lá vem um pneu rasgado
Quem tem carro velho usado
Tem o cão pra lhe atentar.


Hélio Crisanto

Já fiz muito finca-pé
Pra empurrá-lo em ladeira
Quando eu engato a primeira
Pula da quarta pra ré
Se eu ainda tomasse “mé”
Tentaria consertar
Mas parei de “biritar”
Pra não ser “flagranteado”
Quem tem carro velho usado
Tem o cão pra lhe atentar.


Wellington Vicente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco