quarta-feira, 20 de agosto de 2014

RANCHO DE CABÔCLO


Naquele simples ranchinho
Feito com muita escassez,
Uma manta de toucinho
Comprada de mês em mês.
Num canto escuro da casa,
O fogareiro de brasa
Tem na boca um caldeirão…
A telha toda entisnada,
Uma concha pendurada
Pra quando houver refeição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco