domingo, 10 de agosto de 2014

NEW YORK TIMES E SANTANDER


O New York Times vende jornais. O Santander empresta dinheiro. O NYT é norte americano. O Santander é europeu da Espanha. O NYT é centenário. O Santander é decenário. O NYT lida com o intangível. O Santander também.

Mas há uma coisa que distingue o NYT e o Santander. Sutilmente. Quando o ex-presidente Lula quis expulsar o antigo correspondente do NYT do país, Larry Rother, porque o jornalista escreveu que o ex presidente bebia, o NYT não deu bola. E não retificou a notícia.

Agora, quando uma analista do Santander escreveu que a Bolsa se eleva, a cada vez que pesquisas eleitorais registram queda de Dilma, o ex-presidente Lula exigiu a demissão da analista. O Santander não titubeou. Fez as contas da analista.

Esta é a diferença principal entre o jornal novaiorquino e o banco espanhol. Quanto ao ex presidente Lula, continua o mesmo. Autoritário e antigo. Igual aos velhos tiranetes sul americanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco