sexta-feira, 8 de agosto de 2014

LAMENTO SINCERO QUE SÓ LÁGRIMA DE CROCODILO


As ratazanas vermêio-istreladas foram pegas com o fucinho na ratoeira numa matéria publicada pelo jornal O Globo. E que foi tema de postagem hoje, aqui no JBF, na seção Reportagem. É só ir rolando a tela que vocês chegam lá.

E as ratazanas apanhadas na ratoeira são muito especiais, eis que dão expediente no mesmo prédio público onde despacha a prisid-Anta Dilma Duchef, o Palácio do Planalto.

A matéria provava, mostrava e demonstrava que computadores do Palácio alteravam perfis, mentiam, caluniavam e injuriavam jornalistas, na prática daquele incansável exercício de bolivarianização da República Federativa de Banânia, o sonho dourado de todo babaca que odeia liberdade de expressão e imprensa livre das rédeas oficiais.

Em uma reação surpreendente – contrariando a rotina de dizer que fez uma coisa que era feita por todos os outros gunvernos, desde o descobrimento -, as zotoridades petralhas “lamentaram” publicamente o fato e pediram pinico, num arrependimento tão sincero quanto as lágrimas de um crocodilo quando mastiga sua presa.

Clique aqui e veja uma reportagem que foi ao ar hoje, no final da tarde:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco