quarta-feira, 3 de novembro de 2010

RESPOSTA A UMA PAULISTINHA DE MERDA

A moça aí de cima chama-se Mayara Petruci, é estudante de Direito, nasceu e mora em São Paulo, já se sabe que integra a classe alta do soçaite paulista e o desabafo dela em cima dos nordestinos foi motivado pela revolta de ver seu candidato, Zé Serra, perder para Dilma Roussef graças, principalmente, aos votos do Nordeste.

Essa moça com certeza não sabe que o pai dela, a mãe e aderentes têm alguma coisa na vida graças aos nordestinos que migram para São Paulo e fazem o serviço pesado que os paulistinhas de merda, por serem preguiçosos, não sabem e não têm coragem de fazer.


Ela defende que sejamos enterrados porque ainda não experimentou, enterrado no seu buraco preto e fedorento, a extrovenga de um nordestino arretado, criado com mocotó de boi, cuscuz, angu e feijão de corda.

Ela só conhece os viadinhos dos jardins, comedores de papas, mingaus e engrossantes.

A sua soberba acabará no dia em que ela vier passar uma temporada no sertão da Paraíba e encontrar um taludo feito Antonio Sussu para furar seu orgulho com a manivela de 26 centímetros.

Aguardamos sua presença, caríssima. Venha logo. De preferência montada num jegue.

blog do tião

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco