sábado, 2 de outubro de 2010

TÍTULO DE ELEITOR NÃO É DOCUMENTO

Finalmente o Só Ti Fu decidiu que não vai ser necessário a apresentação de dois documentos para a votação.

Segundo a nova lei o Título de Eleitor, que tem que ser tirado até amanhã, não servirá para votar. Assim como a Certidão de Nascimento não comprovará que a pessoa nasceu, a certidão de casamento não provará que a pessoa casou, o atestado de óbito não quer dizer que a pessoa morreu. Este só será válido, com foto do morto, assinatura do mesmo após morto e firma reconhecida pessoalmente pelo próprio.

Para votar a pessoa tem que apresentar documento com foto, que pode ser emprestada de um parente. Serve também foto tirada com celular ao lado de uma celebridade. Ou algum atestado médico, tipo o de próstata, podendo ser assinado com o polegar do médico, e foto.

Apenas dois membros caídos do STF foram á favor dos dois documentos: O ministro Gilmar Vendes e o Presidente da Casa, ministro Peludo.

Informou nosso repórter e falsificador de documentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco